Tendemos a ver tudo ao contrário...

Atualizado: Jan 25


Ao avançarmos na vida tendemos a ver tudo ao contrário. Passamos a vida em busca da conformidade, do conforto do que é conhecido e do que está sob controlo. Mas, de facto, esse raciocínio está completamente ao contrário do que nos é benéfico. Se virmos bem, mantermo-nos no que já é, no território que dominamos, é viver muito abaixo das nossas reais possibilidades, é manter a fasquia da vida numa faixa mediana.


Claro, que antes de tudo precisamos de ter as nossas questões de fundo resolvidas, manter um certo nível de segurança em vários domínios, nomeadamente, segurança emocional e financeira, suprindo os diferentes tipos de necessidades que sentimos. Mas uma vez supridas as nossas necessidades, passamos a viver em busca do “mundo perfeito”, um mundo em que não sofremos desilusões, não temos medos e nunca nos sentimos tristes ou inseguros.


Perseguimos desenfreadamente o cenário perfeito... tentamos ao máximo manter todas as variáveis sob controlo e ao fazermos isso, geralmente passamos o cabo das tormentas — a coisa não corre como esperávamos. Continuamos a lutar contra a maré e combater cada uma das adversidades, com a esperança de que haveremos de conseguir eliminá-las a todas, e aí, sim! Aí, poderemos finalmente parar e descansar, só aí estará tudo bem. Só que não...


Não é isso que nos espera. Se nos mantivermos sempre em busca constante de manter as coisas todas sob controlo, o que vai acontecer, é que teremos de fazer isso para toda a vida. Nunca iremos tudo sob controlo, essa é uma meta inalcançável, haverá sempre imponderáveis com os quais teremos de lidar. Então o que havemos de fazer? Teremos de nos resignar a viver sempre com medo?


Não! O que precisamos é de ver as coisas de uma perspetiva diametralmente oposta. Em vez de temermos o contraste, o embate de algo que à partida achamos que nos irá desagradar, e procurar manter tudo nos “conformes” – manter a conformidade – compreender que é o contraste que nos leva mais além, que nos faz crescer e evoluir muito mais. Deixar, de uma vez por todas, de encarar o contraste como algo negativo e passar a aceitá-lo com alegria, pois sabemos que uma nova oportunidade de avanço está agora a surgir.


Esperar o contraste, em vez de o repudiar a todo o custo. Perceber que não há outra forma de sairmos da nossa zona de conforto a não ser, sendo confrontados por algo que nos faz agir! Deixarmos as palas que teimamos em manter, numa tentativa inútil de deter controlo sobre a nossa vida e aceitar que, de tempos a tempos, iremos ser desafiados, seremos convidados a evoluir. Aceitar a variedade em vez da conformidade, aceitar que podemos fazer de modo diferente daquele que estamos habituados. Compreender que temos certas crenças que podemos deixar partir, que poderemos confiar mais em nós e na nossa capacidade de lidar com o imprevisto, que iremos sobreviver à diversidade (ao contraste) e que tudo ficará bem, nós ficaremos bem.


Se pensarmos bem, isso é o que nos tem acontecido sempre. Todas as vezes que fomos postos à prova e que não lutámos contra as circunstâncias numa tentativa de nos manter agarrados ao que era, mas nos deixámos ir ao sabor da corrente da mudança, no fim, tudo acabou por ficar bem. Não adianta lutar contra o contraste, isso só nos desgasta e nos torna pessoas mais amargas e com menos confiança em nós e na vida.


Será que consegue ver o que ganhou, após ter passado por algum embate que tenha acabado por não contrariar e em vez disso, decidido antes apanhar a onda do momento? Que tal fazê-lo agora de modo consciente? Pensar num desafio que tenha pela frente e em vez de se gladiar com isso, aceitar fazê-lo de bom grado e promover as mudanças que forem necessárias? Quando aceitamos os desafios, os benefícios dos resultados são ampliados e quanto mais não seja, deixamos de viver numa roda viva a tentar controlar todos os ângulos. A vida passa ser mais plena e serena, temos desafios, mas somos nós que os decidimos aceitar.





Não perca mais tempo, tome as rédeas da sua vida e concretize os seus sonhos! Comece a viver com mais sentido, seja mais confiante, alegre e abundante. Contacte-me, para eu o ajudar.


Irei acompanhá-lo no seu processo de transformação pessoal no qual se compromete a criar a melhor versão de si - uma versão mais consciente, feliz e realizada.

A única versão que deveria existir!


Envie uma mensagem para mtp@ritapereiragomes.com


42 visualizações
Entre em contacto Comigo:

 

Envie-me uma mensagem, expondo as suas questões e indicando o que quer manifestar nos próximos 3 a 6 meses da sua vida. 

Não deixe que nada o impeça de realizar os seus maiores sonhos. Conte comigo para o ajudar!

Atenção: é importante verificar depois se o email de resposta à sua mensagem não foi para spam.

  • Black Facebook Icon
  • Black Instagram Icon
  • Black YouTube Icon
  • Black Google+ Icon

© 2019    Rita Pereira Gomes - MTP

Nome *

Email *

Assunto

Mensagem